Estivemos presente no Youpix Summit 2019 que rolou no dia 11 de setembro no Unibes Cultural em São Paulo

É o mais importante evento de influência da América Latina que durante um dia inteiro, pessoas e profissionais que buscam construir relevância na internet, assistiram dezenas de palestras em vários palcos simultâneos.

Paralelo ao evento também existia uma Feira de Negócios com vários standes bem “instamagráveis” para os participantes interagirem e fazerem suas fotos, e é claro trocar ideias e experiências com os expositores e o público do evento.

Os 4 palcos do evento eram:

KEYNOTE STAGE (18 palestras)
HOW TO STAGE (20 palestras)
CREATOR TALKS (10 palestras)
VIU HUB (14 palestras)

Foi um tanto desafiador escolher quais palestras ver e tentar absorver o máximo, é óbvio que muitas ficaram para trás, mas aqui vamos abordar o que vimos em algumas delas, confira!





AULÃO: PLANEJAMENTO DE INFLUÊNCIA PARA MARCAS
Como planejar uma estratégia de influência alinhada aos seus objetivos de negócio

COM:
Rafa Lotto (Head de Planejamento e Sócia da YOUPIX Consulting)
Thais Mara (Diretora Criativa da YOUPIX)

PROTAGONISMO:
As redes sociais e a internet nos deram um protagonismo como nunca antes tivemos. Queremos contar a história do nosso PONTO DE VISTA, buscando identidade e identificação.

Na palestra elas mostraram como a maioria faz uso de influenciadores, que é o “basicão”:

1 – Define seu budget
2 – Mapeia influenciadores
3 – Define e contrata os influenciadores
4 – Manda o briefing (via intermediários)
5 – Publica \o/
6 – Mensura (o básico)

Então elas abriram como fazem, que por sinal vai muito além do básico.

Elas determinam como um trabalho ESTRATÉGICO:

1 – Defina objetivos claros
2 – Defina seu target
3 – Defina seu buget
4 – Defina objetivos mensuráreis
5 – Defina as redes sociais
6 – Estude o target
7 – Defina sua narrativa
8 – Parta para criação ou co-criação
9 – Mapeiei influenciadores
10 – Estude os influenciadores
11 – Defina e contrate os influenciadores
12 – Prepare o briefing (liberdade ou co-criação)
13 – Comece a produção
14 – Publique \o/
15 – Amplifique e otimize
16 – Mensure e analise
17 – Retoalimente

Na palestra foi abordado de maneira rápida cada tópico, enfatizaram muito em DEFINIR OS OBJETIVOS, DEIXAR ELES MUITO CLAROS.

E no final elas deixam disponível um Código QR para baixar o guia na versão PDF, nele vai ter bastante conteúdo complementar da palestra, bem como aborda os 17 pontos tratados na mesma.

Este guia também estava disponível na versão impressa e ficou lindo, bem como rico em conteúdo, vale muito você devorar todo ele!

DOWNLOADS:

BREVE GUIA ESTRATÉGICO DE MARKETING DE INFLUÊNCIA:
bit.ly/guia_influ

Pesquisa ROI & INFLUÊNCIA 2019:
bit.ly/roi_influ

Pesquisa CREATORS & MARCAS 2019:
bit.ly/creatorsemarcas

CALCULE O IMMS DA SUA MARCA:
https://youpix.outgrow.us/IMMS





SUA MARCA JOGA DINHEIRO FORA!!!
Como ter mais resultados com influenciadores e otimização de vídeos

COM:
Camilo Coutinho, maior estrategista de vídeos do país

O Camilo reuniu em sua palestra várias informações, ferramentas e conteúdos mão na massa para influenciadores e marcas.

Enfatizou que muitas empresas apenas contratam influenciadores para campanhas, esquecem que o creador é muito mais que isso, que ele pode entregar conteúdo criativo, além do que se pensou e pediu, que pode conversar com o público e com sua audiência.

Canal de vídeos não pode ser simplesmente um mero depósito de vídeos. Tudo tem de ter continuidade, ligação, por isso pensar qual é o próximo vídeo da campanha ou do seu canal? Planejar o que as pessoas vão continuar a ver e que a rede vai relacionar.

Diferença do conteúdo PAGO vs ORGÂNICO?
Quando você faz um conteúdo pago você se dedica mais, o conteúdo orgânico em muitas vezes não recebe atenção quanto um pago e ai os resultados terão diferença sim.

Vídeos e conteúdos RELACIONADOS:

1 – Título e descrição
2 – Cada dia mais o histórico é valorizado
3 – Seu conteúdo tem relevância na sua categoria? Se vai fazer um collab cuide para contexto.
4 – Likes, comentários, playlists, Geração de Stories do Youtube, Compartilhamentos, aba comunidades (canais acima de 10 mil inscritos), vários sinais sociais

Algumas ferramentas para ajudar a tirar melhores resultados em vídeo:

Hashtag Generator Tool
https://influencermarketinghub.com/instagram-hashtag-generator/

Com essa ferramenta o usuário vai enviar uma imagem a thumbnail do seu vídeo e por meio de inteligência artificial a ferramenta vai dar sugestões de hashtags a usar. Pode ser usado para Instagram, Youtube, Twitter etc…

Outras ferramentas recomendadas pelo Camilo:

VidIQ – https://vidiq.com
Morningfa-me – https://morningfa.me
Tube Buddy – https://www.tubebuddy.com
Tubular – https://tubularlabs.com

E por final e super importante:

Pense além da mídia paga
Planeje a presença além da campanha
Não ignore o poder da otimização
Crie para “A” internet (não replicar o mesmo arquivo, conteúdo, vídeo para todos os locais/redes)





MIMO NÃO PAGA BOLETO
Precisamos falar sobre o elefante branco na sala: DINHEIRO!

COM:
Carla Lemos (creator e fundadora do Modices)
Mohindi (Criador de conteúdo, apresentador do GNT e cozinheiro)
Felipe Pacheco (creator e solucionador de problemas)
Passa (fundadora da BRUNCH)

Na palestra se falou bastante em aprender cobrar pelo serviço, não simplesmente trocar por algo, um mimo, uma permuta por ter fechado um pacote de posts!

O criador cobra o real valor que vale?

Falar de dinheiro é uma dor para todo criador, mas existem muitas variáveis para precificar, mas o criador deve considerar muito a equipe, o valor de produção, todos os seus custos operacionais, uso da sua imagem, e claro o valor da mídia no canal, que é o seu alcance.

O melhor caminho é oferecer uma narrativa, e não um kit de 3 stories e um post feed.

É muito de se posicionar, não pode ser só uma maneira de ganhar mimos, brindes, tem de ser além, deve gerar conexões.

E A MENSAGEM FINAL E MUITO IMPORTANTE DA PALESTRA:

Não criar para o algoritmo!
Criar para as pessoas.





O POST É PAGO, E AÍ?
Apresentação EXCLUSIVA da nova pesquisa Qualibest sobre mercado de influência

COM:
Rafael Coca, sócio-fundador da Spark

Foi uma das palestras mais fotografadas, e claro com sentido, pois ela tinha muitos slides com dados super interessantes.

A palestra foi uma apresentação, em primeira-mão com os resultados do estudo realizado pelo Instituto Qualibest, em parceria com a empresa de marketing de influência Spark, que mostra a relação dos internautas com o marketing de influência.

Vamos ver alguns dos slides e dados?

Quando foi realizada?
A pesquisa foi realizada entre os dias 6 e 9 de agosto de 2019 com 1.100 pessoas de todos os gêneros e classes sociais, e com abrangência nacional.

E o perfil dos entrevistados incluía o acesso ao mínimo duas redes sociais, e seguidores de influenciadores digitais.

No Instagram, o estudo revela que 41% dos usuários assistem os stories com o áudio desligado e admitem que só ativam o volume se o conteúdo for relevante.

E apesar das mudanças realizadas recentemente pela rede social em relação à ocultação do número de likes, 42% dos usuários não alterou a forma como interagem na rede.

Pelo menos 76% dos internautas brasileiros já consumiram produtos ou serviços após a indicação de influenciadores digitais.

E esse número aumenta para 82% entre as pessoas que prestam atenção nas publicações pagas.

Os itens mais comprados a partir da indicação de um influenciador digital são:
1º – produtos de beleza: (52%)
2º – moda e acessórios e livros: (42%)
3º – alimentos e bebidas: (30%)
4º – celulares e smartphones: (29%)
5º – produtos de cuidado com a casa: (23%)

O estudo mostrou que a maior parte dos internautas sabe como identificar os posts patrocinados e considera importante essa identificação.

E provou que o reconhecimento de que o conteúdo é publicidade paga praticamente não diminui a interação ou o engajamento no post.

Os dados da pesquisa desmistificam o sentimento de desconfiança dos internautas em relação ao trabalho dos influenciadores digitais: os seguidores, de fato, os enxergam como disseminadores de conteúdo relevante.

“Era comum um creator fazer um post patrocinado e não divulgar que foi pago para promover determinado produto por receio de o post não ter engajamento. Hoje, a sinalização de que a postagem é um publi reforça a transparência do conteúdo”, disse Rafael Coca.





POWER TO THE PEOPLE
Como os creators vem transformando a indústria da comunicação

COM:
Isa Ventura, CEO da Squid

A palavra da vez é a confiança, a forma como o marketing e como os profissionais devem trabalhar vem mudando rapidamente.

As nossas relações como pessoas estão mudando, e precisamos entender isso.

A solução é humanizar, a forma como fazemos o conteúdo, como atendemos será o diferencial.

É sobre confiança que estamos falando com influenciadores.

Números:

Hoje os influenciadores fazem muita coisa, é bem além de um simples post ou um banner “frio”, eles:

Educam
Criam pontes
Tiram dúvidas
Estimulam a compra
Trazem calor para uma jornada naturalmente fria que antes

O Marketing de influência está em plena expansão em todo o mundo, um mercado extremamente gigante.

Deixar o creator ser criativo, pois criatividade é o elemento que mais gera resultados e vendas.





MUITO MAIS

Agora vem algo muito legal!

Você pode assistir todo o conteúdo do YOUPIX Summit 2019 online quando quiser, são 57 palestras para tirar muitos insights e conhecimento.

Para adquirir:
Entre em youpixsummit.com.br para ver toda a programação
ou diretamente no endereço: https://www.eventbrite.com.br/e/youpix-summit-2019-para-maratonar-tickets-72690807161





ALGUMAS FOTOS DO EVENTO:

Talvez você possa gostar