Clique Aqui e saiba mais

Foi-se o tempo em que um anúncio isolado aqui e outro lá era suficiente para que nossas marcas, produtos e serviços ganhassem público, relevância e conquistassem bons índices de vendas. Com a fragmentação das mídias – e do consumo dela – nossa atenção foi dividida em minúsculas partes. Mas não somente isso. Os conteúdos on demand nos permitiram a liberdade de escolher dia e hora para serem consumidos, levando os velhos padrões de escolha de grade de programação para inserção de anúncios se virem estreitos. Estamos em tempos de hiperconectividade, de vida móvel e de maratonas de séries cumpridas em um único fim de semana.

 

No resumo da ópera, ficou pesado!

 

Mais do que nunca o esforço é enorme, o planejamento supernecessário e a compreensão do comportamento do seu público mais do que obrigatório. Os movimentos do seu cliente ou público a ser conquistado vão dar pistas de para onde deve ir seu plano de comunicação. Além disso, tenha clareza do que você pretende comunicar, para quem comunicar e porque comunicar. São três pilares aparentemente simples mas que vão lhe auxiliar nos passos seguintes.

 

Uma boa estratégia de comunicação passa por algumas etapas fundamentais. Alinhar os objetivos é uma delas.

 

Definia os objetivos
O que você pretende conquistar através de seu planejamento? Seu cliente pretende ter a marca reconhecida? Mostrar vantagens do produto frente à concorrência? Reposicionar-se no mercado? Conquistar novos clientes ou fidelizar antigos? Pretende comunicar nova linha de produtos? Os objetivos são vários e cada qual irá permear uma estratégia diferente, cujas ações e desdobramentos serão diferentes. Defina-os.

 

Conheça teu público como a ti mesmo (ou quase isso)
Jamais ignore comportamentos intrínsecos ao seu público. Eles são absolutamente norteadores do seu planejamento e consequentemente dos resultados que irá colher a partir da sua estratégia. Em outra oportunidade falei aqui no blog sobre Personas, vale a pena a leitura caso você queira se aprofundar um pouco mais no assunto. Veja aqui http://tudodeshare.com.br/blog/por-que-os-personas-deveriam-dominar-a-sua-estrategia-digital/

 

(ah, sim, o Persona é o novo público-alvo, antes que eu esqueça)

 

Diagnósticos para todos os lados!
Motivações de compra, posicionamento da concorrência, histórico de campanhas passadas e resultados obtidos também são fundamentais para sermos mais assertivos no presente. Tudo informa e vira de base para planejamento! Aqui supervale avaliar influenciadores, decisores e outros atores da jornada de compra.     
    

 

Vá além do tradicional
Cabe ressaltar que já há quem entenda por tradicional campanhas de Facebook, por exemplo. Então, quando digo tradicional não falo apenas de impresso, rádio e TV, mas sim de tudo aquilo que está ao lado, na frente dos olhos ou então que tem sido feito por todos, daquela mesma forma de sempre, sabe? Num planejamento de comunicação é importante pensar no 360º e, mais do que nunca, se sobressair nesse oceano de marcas e produtos é muitas vezes fazer algo diferente. Isso não significa estar em todos os veículos e tipos de mídias. Você por ter uma comunicação 360º dentro do escopo digital, por exemplo. Conte com a força do conteúdo (uma assessoria de imprensa ou estúdio de conteúdo pode lhe ajudar bastante).   

Feito isso, implemente, avalie, mensure e corrija o curso em tempo real. Afinal, os tempos são outros.  

 


Clique Aqui e saiba mais

Talvez você possa gostar

Leave a Reply