Clique Aqui e saiba mais

O seu texto pode ter um grande poder para ajudar o seu público a tomar uma decisão, mas antes de falarmos sobre as técnicas de produção de copy, é importante que você entenda o que é Copywriting e qual é o objetivo deste tipo de texto.

O que é Copywriting?

Copywriting é a estratégia de conteúdo focada no texto, utilizada para convencer e envolver o leitor. Isso significa que ao realizar o seu trabalho como copywriter, você deve produzir os seus textos pensando na estratégia e principalmente nos objetivos do seu texto. Para te ajudar, selecionamos as principais técnicas para copy, assim você já pode aplicar na sua rotina e buscar melhores resultados através dos seus textos!

“Então o copy é a redação publicitária?”

De uma forma mais resumida, o copy possui mais estratégias de atração, com uma forte chamada para uma ação, através de um CTA. Já a redação publicitária pode ser mais suave quando o quesito é a venda em si.

A escrita publicitária possui tanto valor quanto o copywriting, ambos são complementares mas possuem objetivos diferentes.
Técnicas para a copy perfeita!

1. Entenda o objetivo do copy

Ali em cima já falamos que o foco principal do copy é a chamada para uma ação, o CTA é um dos pontos mais importantes do seu texto. É a partir dessa técnica que você garante que o seu leitor tomará alguma decisão ao ler o seu texto.

O Copywriter tem como missão educar e direcionar a sua persona para o produto ou serviço. Além disso, o profissional aproveita todas as oportunidades para mostrar como o produto ou o serviço é útil para a pessoa e o que ela deve fazer no momento: clicar, baixar, ler o material, e por aí vai.

2. Conheça o seu público

Como falamos ali em cima, a função do copy é dar o direcionamento para o público. Sendo assim, a melhor maneira de produzir um copy estratégico é conhecendo o seu público. Se você ainda tem dúvidas sobre isso, a definição de uma persona pode ser o caminho ideal para começar o trabalho.

Quando você tiver uma persona bem definida, você saberá quais são os comportamentos mais comuns do seu público. Essas informações vão te ajudar a criar uma copy que faça sentido para o seu público.

3. Dê mais importância para os seus títulos

O seu título pode ser o texto mais curtinho que você vai escrever hoje, mas pense bem, é o primeiro passo para uma pessoa decidir se vai dar atenção para o seu conteúdo ou não. Lembre-se também de que o título é um dos elementos principais para as ferramentas de busca.

Existem diversos tipos de títulos que você pode explorar:

  • Apresentação do tema
  • Números relevantes
  • Uma pergunta sobre o tema
  • Uma provocação para o seu público

Anota aí: o seu título precisa ser bem direto, entregar o que a pessoa realmente vai encontrar no seu conteúdo e se possível, ter em média 55 caracteres.
Um exercício bem legal para você aprimorar os seus títulos: escreva títulos diferentes para o mesmo conteúdo. A sua primeira ideia provavelmente não será a melhor!

4. Não se esqueça dos verbos de ação!

Toda vez que você estiver produzindo um copy, lembre-se que o seu objetivo principal é direcionar o seu leitor para uma ação. Qual é essa ação? Como você pode sugerir que o seu leitor está perdendo uma oportunidade imperdível se ele não seguir a sua orientação?

Para que isso aconteça de uma forma simples e prática, você pode apostar nos verbos no imperativo. Eles podem ser aplicados no título e também no CTA.

Confira no exemplo abaixo:

  • Título: Confira as técnicas para uma copy perfeita!
  • CTA: Agora que você aprendeu a criar uma copy perfeita, baixe o nosso material gratuito!

5. Conheça as objeções e antecipe-as

Um dos outros objetivos de um copy é a quebra de objeções. As objeções são as dúvidas ou problemas que o seu público possui e vê em relação ao seu produto ou serviço.

As objeções podem ser analisadas no momento da criação da sua persona e também junto ao seu atendimento ao cliente.

O que as pessoas questionam sobre o seu produto?
As pessoas não compram o seu produto, com qual argumento?
Essas objeções podem e devem ser respondidas no seu copy, de maneira estratégica. Assim você já antecipa uma resposta para um questionamento, sem dar tempo para a pessoa pensar sobre uma objeção enquanto lê o seu conteúdo.

6. Copy precisa de persuasão!

A persuasão deve ser a alma do seu texto. Uma boa estratégia de copywriting possui elementos que trabalham a persuasão do público e ajudam no convencimento.

Como fazer isso? Anote as dicas abaixo!

  • Reciprocidade: se você deseja que o seu público faça algo por você, entregue algo para ele;
  • Autoridade: as pessoas possuem o hábito de respeitar e dar mais atenção para quem elas veem como “superiores”, mostre a sua autoridade no seu segmento para ter mais atenção;
  • Prova social: nós somos influenciados e convencidos quando recebemos indicações e depoimentos de outros clientes. Busque estes depoimentos e avaliações do seu produto e serviço;
  • Escassez: utilize gatilhos para que o seu público sinta que poderá perder algo de muito valor. Aumente o desejo das pessoas pelo seu serviço.

A gente sabe que é bastante detalhe e informação, mas lembre-se que o conteúdo digital vive de testes! Aproveite para testar aos poucos as dicas 😀

Está em dúvida? Pense na sua audiência!

Quando você estiver no processo de testes e criação de novos copy’s, podem surgir algumas dúvidas e neste momento é hora de se agarrar aos dados sobre a sua audiência. Pense em quem vai ler este texto, os problemas que essa pessoa enfrenta e como você pode ajudá-la.


Clique Aqui e saiba mais

Talvez você possa gostar