O Instagram está adicionando mais uma evolução ao seu recurso de compras: REALIDADE AUMENTADA.

A partir de hoje, várias marcas que vendem seus produtos diretamente no Instagram poderão adicionar um novo recurso experimental de realidade aumentada às páginas dos produtos. Inicialmente, o novo recurso de AR será limitado a cosméticos (Mac e Nars são os primeiros parceiros) e marcas de óculos (Warby Parker e Ray-Ban), mas o Instagram planeja disponibilizá-lo para mais produtos no futuro.

COMO FUNCIONA?

A ideia é usar a realidade aumentada para ajudar os compradores do Instagram a visualizarem como certos tipos de produtos realmente vão ficar. A tecnologia usada é a mesma plataforma Spark AR que é usada para criar muitos dos efeitos de câmera do Instagram e os anúncios de realidade aumentada do Facebook.

Dois exemplos nas imagens disponibilizadas pelo Instagram é um usuário vendo como ficaria um óculos em seu rosto, e no outro uma mulher experimentando vários tons de cores de um batom. A experiência pode motivar muito a compra de determinado produto.

EXEMPLO 1:

Na primeira tela o usuário encontra a tag de marcação no post.

Na segunda tela após clicar na tag é levado para uma página do produto.

Na terceira tela ele ativa o filtro com realidade aumentada e pode testar e ver como o produto vai ficar, e se desejar fazer o pedido (compra)

EXEMPLO 2:

Na imagem um o usuário encontra um post com o produto e nele os mesmos com tags

Na imagem dois o usuário clica e é levado para a página do produto

Na imagem três o usuário experimenta como vai ficar o produto

COMO O USUÁRIO VAI ATIVAR O RECURSO?

Existem algumas maneiras pelas quais os usuários do Instagram poderão encontrar o novo recurso de compras usando realidade aumentada. A primeira é verificar produtos específicos que uma marca marcou em uma postagem. Localizando o usuário terá a opção de experimentar o produto por meio de um filtro de realidade aumentada antes de adicioná-lo ao seu carrinho.

MUITO ALÉM DE EXPERIMENTAR, COMPARTILHAR!

O Instagram também espera que os usuários se inspirem a compartilhar essas experiências de AR no Stories, que também serão vinculadas ao produto original. Dessa forma, as marcas podem capturar o mesmo tipo de alcance que um filtro de selfie provoca e viraliza.

“Você pode compartilhá-lo através do Stories com amigos, as marcas podem criar o Stories – essa é definitivamente uma das principais maneiras pelas quais pensamos que as pessoas compram”, diz Srilatha Raghavan, gerente de produtos para comércio de RA no Facebook.

O INSTAGRAM MIRANDO EM COMÉRCIO ELETRÔNICO:

Para o Instagram, que este ano lançou um recurso de checkout no aplicativo em março, é mais um sinal de que o serviço vem dando significativa atenção no comércio eletrônico.

Embora ainda exista apenas um pequeno número de marcas capazes de usar o recurso de compras nativo do Instagram (e, por enquanto, menos ainda podem usar o AR shopping), o comércio é uma parte incrivelmente importante da plataforma. O Facebook, por exemplo, deixou claro que vê o comércio como uma das “grandes apostas” do Instagram para o futuro.

INSTAGRAM GERA DESCOBERTA!

“O Instagram é uma plataforma tão importante para a descoberta de produtos, principalmente em beleza”, diz Dina Fierro, vice-presidente de estratégia digital global da Nars Cosmetics, uma das primeiras parceiras de compras do Instagram. “É muito claro que o Instagram afeta as compras, seja online ou offline”.

Ao adicionar seus próprios recursos de compras e permitir que os usuários interajam com os produtos, o Instagram será ainda melhor em capturar sua atenção – e possivelmente motivar compras.

Ainda é um tanto distante para a realidade da maioria das marcas, mas sem dúvida no futuro muito mais marcas e pessoas vão utilizar da tecnologia para compras.

Talvez você possa gostar