Cursos de Férias do Share

A maneira como as marcas estão se relacionando com os seus consumidores está mudando. Uma das principais tendências na comunicação é torná-la humanizada, isso é, mais próxima do cliente. Isso porque as pessoas não querem mais um relacionamento “de marca”, algo forçado. A troca de mensagem precisa ser natural, espontânea, sempre de acordo com os ideais delas.

Relacionamento é sinônimo de conhecimento

Para uma marca ou empresa se comunicar com alguém, ela deve começar sabendo com quem está falando. Ter em mente quem é, o que fazem, quais são suas ideias, suas opiniões e o que desejam para o futuro é fundamental. Ao começar uma relação, conhecemos o nosso parceiro. Isso também vale para uma troca entre marca e consumidor.

Gostamos de marcas que pensam como nós

Não se trata mais de persuadir, criar ideias visuais e mensagens para vender um único produto. Queremos ver marcas agindo como pessoas, assim como nós. Se você é vegano, tem uma grande preocupação com o meio ambiente e procura consumir itens que não utilizem produtos animais, por exemplo, é bem possível que você vá acompanhá-la ou efetuar a compra de um produto ao se deparar com as ideias dela nas redes sociais.

Uma questão de sentimentos

Uma vez nas redes sociais, é necessário preparar a equipe, que deve estar a par das principais novidades no meio social, além de certa sensibilidade para aproximar as pessoas. Qual é o discurso que a sua marca pretende exibir e inspirar? Humanizar é também contar histórias. O storytelling, a arte de contar histórias, é uma boa estratégia que envolve sentimentos próximos aos do seu público.

O vídeo “A História de Sofia”, da rede de farmácias PanVel, consegue traduzir bem a ideia de criar sentimentos com os quais seu público se identifica:
<iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/7vQwoywtjTk” frameborder=”0″ allowfullscreen></iframe>

Quais são as marcas que você acompanha e fazem um bom trabalho?


Cursos de Férias do Share

Talvez você possa gostar

Leave a Reply