O Google Ads, mais conhecido como Google Adwords oferece a possibilidade de criação de anúncios no Google e você pode fazer isso com pouco ou muito investimento, o que é ótimo! Afinal, se você não aparece no Google, está aparecendo pra quem? 

Os anúncios do Google possibilitaram uma visibilidade que antes, pequenas empresas não tinham. Afinal, você investe de uma forma totalmente livre e administra seus anúncios com praticidade e liberdade. Ou seja, se os seus anúncios ainda não estão no Google, é hora de fazer isso acontecer. Pra te ajudar, selecionamos algumas tendências que ficarão ainda mais fortes em 2019.

Anota aí: tendências de 2019 para seus anúncios no Google

Vídeos não-ignoráveis

Que os vídeos são o formato do momento, a gente já sabe e esse discurso está ficando a cada dia mais forte e recorrente. Por isso, você deve apostar suas fichas nos 15 segundos mais incríveis da sua marca, mas veja bem, precisa ser incrível mesmo. Estudos mostram que os usuários demoram menos de 3 segundos para manter a atenção em um vídeo. Por isso, vale planejar e criar com cuidado.

Pague por conversões

Essa pode ser uma ótima oportunidade! Além de você investir quanto desejar, no Google Ads você também pode pagar apenas por conversões. Essa atualização chegou em 2019 e pode ser muito bacana na sua estratégia. Preste atenção aqui: essa opção só estará disponível se você estiver usando uma estratégia de lances de custo por aquisição desejado (CPA) em uma campanha da Rede de Display.

Anúncios de pesquisa com foco no mobile

Se os seus anúncios ainda não estiverem configurados com foco no mobile, parem as máquinas. Não existe mais a chance de deixarmos o comportamento mobile de lado, isso é uma certeza para quem trabalha com digital. Mesmo que parte dos seus acessos venham do desktop, não ignore o mobile, de forma alguma.

Os anúncios de pesquisa responsivos são a atualização mais recente para anúncios de texto. Eles ocupam mais espaço nos resultados de pesquisa de leilão e dão um destaque maior para os anunciantes.

As buscas móveis foram responsáveis por 51% das pesquisas realizadas em 2018. Isso só confirma que o nosso pensamento na hora de criar e anunciar precisa estar no mobile. Além disso, espera-se que o número de usuários de buscas móveis aumente para 221 milhões de usuários até 2020.

Ou seja, não dá pra deixar seus anúncios de fora, né?

As buscas por voz irão mudar a experiência com os anúncios do Google

O abandono da digitação é cada dia mais real. Pesquisamos por voz, mandamos mensagens por voz e claro, isso muda o comportamento dos usuários, consequentemente deve mudar também o comportamento dos anunciantes. Por isso, chegou a hora de dar uma revisada nas suas palavras-chave, levando em consideração que não falamos da mesma forma que digitamos.

Deu pra entender que o Google Ads é um super parceiro das empresas e pode ajudar a mudar os resultados, né?

Se você quer aprender mais sobre a ferramenta e sobre as inúmeras possibilidades de segmentação, tipos de anúncio e tudo mais, fique por dentro do curso Google Ads, o curso do Share, voltado para quem deseja criar anúncios mais relevantes e de qualidade na ferramenta 😉 

Clique aqui e saiba mais sobre o curso Google Ads o/

Talvez você possa gostar