Cursos de Férias do Share

Se você não pensa em se tornar uma referência profissional em seu mercado de atuação você faz parte de 0,01% da população. Porque vamos combinar, a maioria das pessoas quer conquistar posição de destaque e ser reconhecida a partir dos seus papéis e desempenhos profissionais. Dale Carniege em seu livro Fazer Amigos e Influenciar Pessoas já nos ensinou que um dos principais desejos das pessoas é justamente o de ser importante. Então, tá tudo certo se você sente profundamente esse desejo, viu? Saiba que isso não tem nada a ver com vontade de aparecer, é de sucesso que estamos falando aqui, de prosperidade e reconhecimento profissional.

 

Atualmente, falar em conquistar destaque profissional é falar sobre gerar autoridade. O termo é amplamente difundido na internet e propagado de aspirantes a influenciadores a gurus digitais consolidados. Por trás disso, há como significado a construção de uma marca pessoal, baseada em confiança e autenticidade. Sem contar a paixão e conhecimento de causa com profundidade que deve andar lado a lado nessa caminhada. Embora um assunto muito pesquisado nos buscadores da internet, criar autoridade e construir posicionamento vai além da esfera digital. No dia a dia, em nossas empresas e nas demais relações acerca da nossa vida, estamos permanentemente gerando impactos e projetando uma imagem a qual queremos ser lembrados. Cada um desses pontos de contatos nos levam a construir autoridade e gerar conexão com as pessoas.

 

Alguns passos nos ajudam a chegar lá. Novamente, (gosto sempre de grafar isso) não há milagres na caminhada. Há pertinência, persistência e trabalho de qualidade. Mas há ainda alguns movimentos que você pode fazer para colaborar com a ascensão da sua carreira.

 

 

COMPARTILHAR CONHECIMENTO E CONSTRUIR REPUTAÇÃO 

Pouca coisa dá tão certo quanto compartilhar o que você sabe em suas mídias sociais. Plataformas como Facebook, Instagram, LinkedIn, SnapChat e Periscope são excelentes locais para tornar público suas habilidades. Hoje, algumas empresas começam abrir mão de receber extensos curriculuns para fazer análise de seu comportamento nas mídias sociais. Logo, uma ótima oportunidade e ambiente para construir reputação e conquistar seguidores fiéis. Com muita probabilidade os engajamentos gerados por você vão impressionar hunters e interessados em seu trabalho.

 

Sendo assim, organizar o conteúdo a ser compartilhado nas mídias sociais e planejar sua frequência de publicações com base no reconhecimento que você deseja obter faz um grande sentido se torna uma ótima estratégia. À medida que as pessoas passam a fazer uso das suas dicas e obtém sucesso a partir delas, sua credibilidade aumenta e sua referência toma forma. Agora, obviamente seu envolvimento precisa ser verdadeiro, seu conhecimento com profundidade e a sua causa diretamente ligada à sua profissão.

 

 

O QUE DIZEM ESPECIALISTAS 

Para compreender ainda mais o que deve fazer ou quais características deve apresentar o profissional que deseja ser referência em sua área, fui ao mercado ouvir profissionais inseridos há anos em suas causas, com ampla experiência e que já colaboraram com centenas de outras pessoas que estão na corrida ao sol. Ouvi dicas valiosas e as quais compartilho com você abaixo:   

  

Luciano Larrossa – especialista em Facebook Marketing, autor do livro Facebook para Negócios


Faça experiência para se manter atualizado!

Se você quiser se tornar uma referência na área do marketing digital e mais especificamente no Facebook, um dos princípios que deve seguir é o de fazer várias experiências. Experimentar novos conceitos e novas estratégias vai permitir que você fique sempre por dentro de todas as possibilidades que existem no mercado. O maior erro que você pode cometer é ficar apenas focado na parte teórica. Se o fizer, ao fim de algum tempo o seu conteúdo se tornará obsoleto. Tudo muda muito rápido nesta área e você deve se desenvolver ao mesmo ritmo. Teste, teste e teste. Só dessa forma você será visto pela sua audiência como alguém a ser seguido!

 

Elizete Kreutz – mestre doutora em comunicação social, pós-doutora em discurso multimodal e idealizadora do conceito Marcas Mutantes e coordenadora de MBA Internacional em Branding & Business. 

 

Mais do que nunca, a emoção é nosso grande guia. Sendo assim, os profissionais da área de branding precisam estar atentos e dispostos. Atentos aos sinais dos públicos sobre seus desejos e dispostos a despender esforços para promover (a eles) experiências positivas, memoráveis e assim gerar conexões fortes. Para isso é necessário, além da vontade, conhecimento profundo sobre o tema e uma grande dose de criatividade para conceber algo inusitado.

 

Estêvão Soaresconsultor, palestrante e professor de mídias sociais com foco em negócios

 

Dica 1: Inglês (ou espanhol ou mandarim) não é luxo, não é recomendação, não é possibilidade, é uma obrigação para qualquer profissional que realmente queira entender o mercado. Não só pelo consumo de conteúdo técnico, mas pela habilidade de olhar ao redor do mundo e entender mais a respeito do comportamento das pessoas sem que alguém interprete isso pra você.


Dica 2: Forme a sua própria opinião. É sempre bom acompanhar profissionais consolidados no mercado, mas não saia por aí simplesmente replicando uma opinião sem ter pensado sobre o assunto. Isso é algo comum no mercado hoje, temos muitos especialistas que formaram suas opiniões não com base em alguma vivência, estão só replicando o que pareceu legal.

Dica 3: Acumule histórias e experiências, esse é o seu novo cartão de visitas, o seu currículo. Independente de trabalhar em uma empresa ou ser um empreendedor no meio digital. Ter boas histórias para contar a respeito do seu trabalho, é um dos recursos mais incríveis para conquistar novos horizontes dentro do mercado.

 

Agora, está com você! Acredite em seu conhecimento, não tenha medo de ser julgado pelos outros e nem dos novos desafios que irão surgir assim que você começar a expor suas habilidades. Prepare-se para brilhar e ajudar as pessoas ao seu redor com suas dicas e conhecimento. Tenha paciência, dê continuidade e aproveite as oportunidades que surgirem.

 


Cursos de Férias do Share

Talvez você possa gostar

Leave a Reply