Clique Aqui e saiba mais

Vai dizer que você não ama quando te oferecem um freela? É sempre uma experiência nova, um cliente diferente e você ainda garante uma graninha extra, mas quando chega a hora de fazer o orçamento – Puts, quanto cobrar?

É importante saber que antes do valor, você precisa ter um planejamento (nem que seja mental) de início, meio e fim do trabalho. Para que não corra o risco de no decorrer do processo, o trabalho mudar, as produções aumentarem e você acabar tomando prejuízo. Então, deixe muito bem especificada a sua proposta de trabalho. O cliente precisa saber exatamente o que será feito, como e quando será entregue!

Quanto vale a sua hora de trabalho?

Você não sabe? Então é o momento de começar a fazer os cálculos para descobrir, quanto vale a sua hora de trabalho. Esta conta pode ser feita com base em algum salário que você recebeu em algum trabalho fixo e considerou justo, mas não se prenda neste valor. Você pode pegar este salário e fazer as contas para ter uma ideia de quanto você receberia por hora. Este é um bom ponto de partida, mas existe uma outra forma:

Atenção internet, momento importante onde uma pessoa de humanas te ensina uma fórmula matemática:

São oito horas por dia durante vinte dias por mês, se você não quiser trabalhar nos finais de semana. Portanto, o cálculo é:

  • Horas trabalhadas por mês = 160
  • Custos operacionais, por exemplo R$ 1.000
  • Resultado líquido desejado = R$ 5.000 Reais

Valor da Hora  =  Resultado Desejado + Custos Operacionais / Horas Trabalhadas

Quais recursos serão necessários?

Muito bem, você já sabe quanto custa 1h de trabalho, agora precisa fazer uma lista de recursos que precisa ter para finalizar o trabalho. Você precisa de um computador? Você precisa de internet? Você precisa de ajuda extra de algum colega? Você precisa de algum outro aparelho, como televisão ou mesa digitalizadora? Faça uma lista!

Como será o processo do trabalho?

Esteja ciente de tudo o que o freela poderá exigir de você. Qualquer surpresa no meio do caminho, não será bem vinda para você e para o cliente, que provavelmente não ficará feliz de saber que precisará pagar um pouco além do combinado. Esta etapa entra no planejamento, saiba todos (ou todos os previsíveis) momentos que você terá ao fazer o job.

Quais serão os seus custos?

Custos são diferentes de recursos, por exemplo: internet é custo e recurso, mas impostos e ferramentas são custos. Adicione-os na sua conta!

Qual é o seu desejo?

Você quer ganhar quanto? Não vale dizer 2 milhões de reais por job, porque ainda não temos esta opção, mas leve suas vontades em consideração. Não faça por pouco, eu sei que no mercado de trabalho existem muitas pessoas que fazem por migalha, isto acaba gerando uma prostituição do trabalho (mas é assunto para um outro post). Você não precisa fazer isto, é importante ter em mente que o seu trabalho tem valor e se é um valor alto, é porque o trabalho é bom (vamos seguir esta lógica, certo?). Seja honesto consigo mesmo, analise o que você entrega e o que você espera receber em troca.

Cada job no seu galho

Como o marketing digital envolve diversas tarefas, não se esqueça de colocar preço em cada uma das especificidades, como por exemplo, as alterações. Ao meu ver, cada alteração deve ser cobrada, por que não? É trabalho, é tempo envolvido, está liberado cobrar sim! (Não estou dizendo para tirar os rins dos clientes, mas nem sempre as pessoas conseguem ver valor em “pequenas mudanças”, “pequenos favorzinhos”, então, cobre).

Outro detalhe, cuidado para que a proposta não comece a se prolongar, aumentar a quantidade de demanda sem fazer um reajuste no orçamento. Quer um trabalho? Faço um trabalho. Quer mais um trabalho? Te entrego um novo orçamento para este novo trabalho.

Existe uma calculadora freelancer, ela pode ser uma ótima opção para te ajudar a chegar em um valor inicial. Com o tempo, você vai conseguir se adaptar e mensurar melhor os valores para cada tipo de trabalho. Acesse a calculadora aqui! 

Bom, no início você pode acabar errando nos valores, cobrando menos do que deveria, mas com o tempo a gente aprende a mensurar quanto vale o nosso trabalho. O importante é ser honesto, consigo e com o cliente!


Clique Aqui e saiba mais

Talvez você possa gostar

Leave a Reply