Clique Aqui e saiba mais

A introdução do conceito de hashtags talvez tenha sido a maior contribuição do Twitter para a internet desde que a rede surgiu em 2006. A utilização de hashtags é tão positiva que outras redes tão grandes quanto ou até mesmo maiores que o Twitter resolveram adotar o uso. Facebook, Google+, Instagram e o Pinterest são bons exemplos de redes que enxergaram na indexação de palavras destacadas por hashtags uma oportunidade de um rastreamento de tópicos comuns para ajudar usuários a se encontrarem dentro do ambiente de uma rede social.

A hashtag se utiliza do # (cerquilha, como é conhecido em português) seguido de uma palavra qualquer (Exemplo: #Running). Todos os posts que conterem #Running no corpo do texto serão indexados pela rede através da hashtag. Esse formato é aceito como padrão. Observe um exemplo no Facebook nesse post aqui.

Ao clicar na hashtag, o usuário é redirecionado à uma página que filtra os posts.

Okay. Até aqui você já sabe o quão fácil é utilizar as hashtags. Basta colocar um # na frente, não? Mas por que você deveria usa-las? Para isso, vamos à algumas aplicações e números para que você entenda o quão proveitoso ela pode se tornar.

O Twitter é bom lugar para analisar o retorno das hashtags uma vez que foi a própria rede que popularizou o uso desse tipo de indexação e também por ser a que mais se beneficia dele. As hashtags são dentro da rede uma espécie de pre-requisito para que você seja lido mais facilmente.

Numa timeline bem movimentada, é bem fácil que alguém esteja falando do futebol do final de semana, um grupo de pessoas estejam falando de Masterchef e você esteja discutindo a respeito da PEC 241. Apesar das conversas serem diferentes e a timeline seja mista, as hashtags são essenciais para que os tweets possam ser filtrados por pessoas interessadas apenas no mesmo tópico.

Assim, é mais fácil de ser lido por alguém que esteja interessado no mesmo assunto que você. Além disso, é mais fácil de ser favoritado ou retuitado. Veja a diferença da porcentagem em retweets:

Por sua vez, o Instagram é outra rede que também se beneficia com o uso de hashtags. A curiosidade e peculiaridade do caso do Instagram é o fato de que um grande de número de hashtags num mesmo post é comum, coisa que não se repete no Twitter. Verifique aqui as hastags mais populares no Instagram.

Hashtags-on-Instagram.png

Sensacional, não? Já podemos sair distribuindo hashtags por todo lugar! Não, espere um pouco. É importante deixar claro que as redes se comportam de formas diferentes. O Facebook, por exemplo, é uma rede que a aplicação de diversas hashtags não é visto de forma tão amigável como é visto no Twitter ou no Instagram.

Na rede do tio Zuckerberg, os posts com menos hashtags são os que mais obtém engajamento. Veja a tabela abaixo “Muitas hashtags causam menos interações”:

A recomendação é que seus posts no Facebook não contenham mais do que duas hashtags.

Como dito anteriormente, as principais redes sociais já se utilizam das hashtags. O Facebook, a rede social mais utilizada no mundo inteiro, aderiu em 2013. Além dela, o Twitter, Pinterest, Instagram, Google+, Tumblr e também o Google Search leem hashtags.

Porém, apesar do tagueamento ser feito da mesma forma na maior parte da internet, é bem possível que você encontre diferentes usos e aplicações dessas informações em diferentes redes. Então, se mantenha atualizado e verifique como a rede que te interessa utiliza hashtags.

#ficadica


Clique Aqui e saiba mais

Talvez você possa gostar

Leave a Reply