Behavior

A internet pode ser tão quentinha quanto cobertinha de vovó ou um eterno muro das lamentações, tudo vai depende única e exclusivamente de você e de como você usa. Nesse post vou dar algumas dicas sobre conhecer gente bacana por aqui e dar aquele up na vida vida profissional.

Seja organizado: 

Uma coisa muito boa de fazer é listas. É possível criar listas de interesse no Twitter, bem como no Facebook. Veja o exemplo dessas duas listas: uma é de revistas interessantes para seguir e outra é de UX Design. Você pode seguir listas desse tipo ou criar as suas. Eu sempre crio uma quando inicio algum projeto ou pesquisa. Você mesmo pode criar listas assim e compartilhar com outras pessoas.

Tenha uma postura profissional.

Sempre: 

Para um motorista do Uber o carro, a roupa, a música, a água e a balinha é tudo material de trabalho. Se você trabalha com comunicação, publicidade ou qualquer coisa que envolva a internet, o seu email, facebook, Telegram, WhatsApp e Twitter também é. Isso não é uma imposição, mas por experiência própria, evite se envolver em polêmicas banais em ambientes, públicos. Faça uma análise frequente de como está a visão geral do seu perfil. Fotos, posts, opiniões. Um bom exercício é pensar “como os profissionais que eu admiro se posicionariam sobre esse assunto” e seja você mesmo esse profissional. Isso não quer dizer que você não pode celebrar um fato da sua vida pessoal, ou postar fotos do seu gatinho, mas tente ser um profissional que também tem um gatinho, família, namorado e vida pessoal. Mas antes de tudo, um profissional.

Faça cursos on line: 

Para quem quer conhecer gente bacana e até mesmo conseguir trabalho essa é uma excelente estratégia. Além de aprender algo novo, muitos desses cursos, tem grupos fechados, onde você pode se relacionar com outros profissionais, com os mesmos interesses que o seus e discutir pontos que muitas das vezes vai te ajuda a ter mais repertório e levar novidades para o seu ambiente de trabalho.

Seja simples e cordial: 

Viu um profissional do mercado que fala coisas interessantes? Passe a segui-lo em todas as redes sociais. Quer adicioná-lo. Adicione. Ele te aceitou, agradeça de maneira privada. Não aborde pessoas em busca de trabalho, oportunidade ou emprego. Faça o que eu chamo de “ficar no radar”. Acompanhe o trabalho desse profissional, tenha uma rotina de consumir seus materiais, e quando surgir uma necessidade, você estará ali, pronto pra ela.

Participe de grupos de discussão: 

Grupo é um lugar maravilhoso para conhecer pessoas. Há grupos abertos e grupos fechados. Eu particularmente faço uso dos dois, mas é bom enfatizar as características de cada um. Os grupos abertos, como o próprio nome diz, é aberto, muitas pessoas falando muitas coisas. Apesar de pequenos conflitos que possam surgir e da grande quantidade de ruído que rola, o grupos abertos são microcosmos de nossa sociedade. Todo tipo de gente como pensamentos semelhantes ou opostos aos meus. É saudável diversificar suas fontes e analisar diferentes pontos de vista. Já os grupos fechados, são por sua vez, ainda mais bacana, nele é como estar entre amigos, colegas de trabalho, conhecidos. Muitos estão ali com uma motivação semelhante e com um discurso alinhado entre todos, é um ambiente não mais de observação e observação, mas um ambiente seguro e minimamente controlado para teste de conhecimento e de aprendizado coletivo.

Produza.

Tenha projetos paralelos:

Crie algo. Gosta de escrever? Crie um blog falando sobre algo que você gosta. Tem curiosidade de aprender algo, documente esse aprendizado em slides no Slide share por exemplo. Quer ser designer? Crie peças, tirinhas, etc. Simule o profissional que deseja ser. Teste ferramentas novas, verifique as possibilidades e limitações delas e compartilhe esse conhecimento com outras pessoas. Essa prática sempre me colocou mais perto de pessoas com interesses semelhantes aos meus, e muitas vezes criando excelentes oportunidades de trabalho.

Vá a eventos do mercado: 

Sei que é custoso e muitas das vezes não dá para ir em todos. Mas vá ao menos naquele que é focado no seu segmento. É tímido(a) como eu e não consegue falar com estranhos se não for pela internet? Siga a cobertura do evento, interaja com as menções no Twitter, Instagram e Facebook, por exemplo. Apesar de tímidas as pessoas são muito receptivas e divertidas nesses ambientes.

Essas etapas juntas, sempre me ajudaram a conhecer pessoas que de alguma maneira colaboram com meu amadurecimento profissional, mas acima de todas elas é muito importante que você nunca se anule e principalmente seja seja você mesmo.

Boa sorte! 😉


Social

Talvez você possa gostar

Leave a Reply