Clube Share

Confira todas as dicas e baixe nosso template de e-mail marketing gratuitamente!

O e-mail marketing é uma ferramenta que pode alcançar diretamente milhares de clientes potenciais, e a um custo relativamente baixo em comparação com outros canais de mídia. Cerca de 269 bilhões de e-mails são enviados todos os dias no mundo e, até 2021, a expectativa é que o número de envios chegue a 319 bilhões.

O investimento no disparo desse tipo de mensagem tem como objetivo divulgar os produtos e/ou serviços de uma marca, bem como melhorar o relacionamento da empresa com o cliente.

Porém, muitas mensagens nem chegam ao usuário e se tornam lixo eletrônico. Para evitar isso, a gente separou aqui algumas dicas de como fazer para o seu e-mail não cair no spam. 

1. Crie sua própria base de leads

Ao enviar uma mensagem aleatoriamente para um grande número de e-mails, a sua conta fica com baixa reputação e, assim, as próximas mensagens poderão ir para a caixa de spam e, até mesmo, serem bloqueadas, resultando em um alcance menor. Por esse motivo, evite disparar mensagens para pessoas que não deram autorização para isso.

2. Gere interação 

Se o usuário abre o e-mail, clica no link, responde, encaminha pra alguém, ou engaja com o conteúdo de alguma forma, o sistema aumenta a reputação do remetente. E, por conta disso, os próximos e-mails têm mais chances de entrar na caixa principal (inbox) e de serem acessados e visualizados.

3. Escolha uma ferramenta adequada para disparar os e-mails

Prefira uma ferramenta de uso fácil, que disponibilize um suporte eficiente e que mantenha o monitoramento das pontuações dos endereços de IP que ela usa (sender score).

Muitos provedores têm softwares que detectam a reputação do IP que é usado pelo remetente no disparo de e-mails. Se ele for considerado ruim, as chances de alcance ao público serão bem menores.

Mas como saber isso? Vá aos reviews da plataforma e veja se o número de reclamações for alto e a quantidade de spamtraps for grande, é um sinal de que a ferramenta tem uma reputação baixa, e o e-mail que for disparado por ela vai cair diretamente na caixa de spam ou será bloqueado.

Uma ótima ferramenta para isso é o Mailchimp, a gente super indica! No final do post você vai encontrar um modelo prontinho de e-mail marketing pra baixar e usar na ferramenta. 

4. Habilite a opção de descadastramento

A gente sabe que manter um bom relacionamento com o público é super importante, né? E é preciso entender que os clientes podem não ter mais interesse no seu produto, ou, pelo menos por um tempo. E, dessa forma, eles têm todo o direito de não quererem mais receber suas mensagens.

Insistir no disparo de e-mails indesejados pode causar desconforto e gerar uma imagem negativa no potencial lead. Por isso, é importante que você dê ao cliente o direito de retirar o endereço de e-mail dele da sua lista de contatos. Essa medida é resolvida de uma maneira bem simples, você pode disponibilizar a opção de descadastramento no próprio corpo do e-mail. 

5. Ajuste a frequência dos disparos

É importante que você mantenha uma regularidade no envio do conteúdo. A periodicidade pode variar de acordo com alguns fatores como: o segmento do seu negócio e a preferência e segmentação da sua base de clientes. 

Temos alguns cenários diante disso. Algumas pessoas vão ter pouco tempo livre para abrir vários e-mails, outras poderão ter um interesse maior na frequência de envios, que normalmente é o caso das que foram recentemente adicionadas à base. Entretanto, há também aquelas que perderão o interesse caso a frequência for pequena. 

Por isso, pesquise e invista na segmentação do seu público e esteja sempre atento à qualidade do conteúdo que está sendo enviado. 

6. Configure o DKIM e o SPF da ferramenta

Criar uma estratégia de e-mail marketing de forma que esses e-mails não sejam considerados inúteis ou spam exige uma série de cuidados técnicos. Para isso, utilize ferramentas eficientes.

É importante configurar as entradas DKIM e SPF da ferramenta. Mas o que é isso? 

A DKIM (Domainkey) é a chave de autenticação do seu domínio que fica no servidor de DNS. E o SPF (Sender Policy Framework) é a autorização que permite o envio de e-mails em seu nome.

Configurando essas entradas, as mensagens têm mais chances de chegar até o inbox do seu cliente. Essa configuração também permite que o servidor envie e-mails em nome do domínio que foi escolhido.

7. Evite enviar conteúdo impróprio

Se preocupe com a qualidade do conteúdo que será enviado. A utilização de textos e imagens no e-mail faz a diferença. O conteúdo deve ser claro, objetivo e despertar a atenção do leitor. 

A utilização de CTA (Call to Action) como clicar em um produto ou baixar um e-book, ajuda a manter o consumidor mais tempo atento à sua marca. Ah, e como hoje em dia, grande parte dos acessos acontece pelo mobile, não se esqueça de elaborar um design responsivo.

8. Não compre listas de e-mails

Esse tipo de investimento acaba não valendo a pena, pois listas prontas não costumam funcionar e ainda podem manchar a imagem da sua empresa. Além do fato de você não ter permissão das pessoas destas listas para disparar e-mail marketing para elas.

O destinatário pode sentir a sua privacidade ameaçada, principalmente porque não consentiu com a divulgação dos dados para a sua empresa. E, logo, marcará o e-mail como spam, reduzindo, assim, a sua reputação perante o servidor. Porque ninguém gosta de receber e-mails que não pediu, né? 

9. Evite utilizar palavras típicas de spam

Ao utilizar termos que são tradicionalmente utilizados em envio de spam, você também corre o risco de ter sua mensagem colocada na caixa de lixo eletrônico dos seus leads.

Exemplos dessas palavras são: grátis, free, clique aqui, desconto, etc.

Para evitar punições, seja claro em seus textos! E, além disso, entregue no e-mail o que o enunciado promete.

10. Utilize templates HTML

Os principais serviços de email (como Gmail, Hotmail e Yahoo!) possuem um bloqueio padrão de segurança para exibição de qualquer email que tenha o conteúdo todo em imagens.

A melhor forma de se certificar de que a mensagem do email será transmitida ao destinatário, mesmo que este não autorize a exibição das imagens, é utilizar um template de email em HTML com uma boa distribuição entre textos e imagens com alt tags. De preferência, utilize templates HTML que já estejam prontos e otimizados para os diferentes serviços e dispositivos.

E como a gente quer facilitar, já montamos um template lindão pra você só baixar e utilizar:

Depois de seguir todas essas dicas você vai perceber que os seus e-mails vão gerar resultados muito mais positivos e vão deixar de cair no spam!


Social

Talvez você possa gostar