Clique Aqui e saiba mais

Sua agência tem como cliente um candidato que quer sair vitorioso nas eleições municipais deste ano? Você já fez o planejamento do marketing político dele nas mídias sociais? Sabe o que é permitido desenvolver na web para alcançar o objetivo que ele deseja?

Fique atento as dicas para acertar na hora de fazer marketing político nas mídias sociais:

Invista em conteúdo de qualidade: o formato de uma peça nas mídias sociais pode até agradar o público que acompanha a Fanpage do seu cliente, mas o conteúdo estratégico que é capaz de ajudar a convencer, fazer, votar e eleger o candidato. Por isso, é necessário que sua equipe se prepare para atingir o tom mais adequado no conteúdo desenvolvido junto ao público, para não prejudicar o candidato. Além disso, cada ferramenta na web exige um tipo de conteúdo diferente. Por isso, desenvolva um planejamento de conteúdo junto com a equipe para atingir o objetivo desejado.

Faça monitoramentos diários: compreender os mecanismos de métricas e monitoramento é essencial para realizar esse trabalho. Por isso, contrate especialistas nesta área para que você possa entregar resultados positivos para o seu cliente.

Conheça o público: entender qual é o perfil do público que acompanha o candidato é necessário para criar interação. Isso ajuda a gerar mais comentários e engajamento. Mas, atenção! Use o tom certo ao responder comentários negativos, sem deixar que o lado emocional do candidato fale mais alto.

Saiba lidar com os sentimentos: do outro lado da tela do computador ou do celular há uma pessoa. Isso significa que ela tem todos os pontos fortes e fracos do ser humano e os sentimentos estão nesse centro. Nas últimas eleições, o ódio, a intolerância e a raiva tomaram conta da rede. Por isso, prepare-se! Saiba ouvir o que o público do seu candidato diz sobre ele na web, tente contornar os problemas da melhor forma possível para evitar crises na imagem dele e virais negativos que podem se alastrar de forma instantânea.

Aproveite todas essas dicas, mas preste atenção nas proibições também. Recentemente, a Prefs tomou uma medida extrema para evitar futuros problemas: suspenderam todos os conteúdos nas mídias sociais da Prefeitura de Curitiba.

Tudo isso, devido a  resolução do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que impede “com exceção da propaganda de produtos e serviços que tenham concorrência no mercado, autorizar publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos municipais ou das respectivas entidades da administração indireta”.

Portanto, planeje com cuidado o marketing político do seu cliente nas mídias sociais e fique de olho no calendário eleitoral para saber o momento certo de entrar em cena!


Clique Aqui e saiba mais

Talvez você possa gostar

Leave a Reply