Quando a gente fala em construir uma marca, logo vem em mente um tanto de processos e etapas que parecem não ter fim, né? Por exemplo: definir as brand persona, definir a buyer persona, encontrar o nicho da sua marca no mercado, definir a visão, o propósito, os objetivos, as metas, as estratégias, enfim, não é fácil criar uma marca bem estruturada.

E o território é uma etapa bem importante no processo de desenvolvimento da empresa.

Por ser tão importante, o território influenciará em outros processos, por isso, não dá pra pular essa etapa.

Mas o que significa definir o território de uma marca? 

Significa definir pontos importantíssimos, como por exemplo:

  • Os valores da marca
  • A personalidade
  • Os atributos emocionais vinculados ao seu serviço ou produtos

Ao perceber os tópicos acima, você pode ver que temos a alma do negócio. É a hora que você coloca no papel o significado da sua marca (não apenas pra você, mas para as pessoas, para a comunidade, o que significa o seu negócio).

Branding, é disso que estamos falando!

Eu não preciso citar nomes, mas se você parar por alguns minutos, conseguirá se lembrar de marcas que possuem um forte trabalho de branding. Sim, é importante. Não, não deixe pra depois. O branding é a raiz da marca, o que poderá fazer com que ela cresça e fortifique suas raízes.

E como eu faço pra construir esse território?

Primeiro, você precisa saber que existem diversos territórios a serem explorados. Como por exemplo:

  • Simplicidade: fácil de usar e entender
  • Esporte: vida saudável, alto desempenho, adrenalina
  • Alto padrão: sucesso, luxo, exclusividade
  • Casa e família: envolvimento da família toda com o produto
  • Inovação: tecnologia, desenvolvimento
  • Tradicional: para marcas que desejam manter as tradições

Viu? As possibilidades são diversas, mas sabe como você vai encontrar o território ideal da sua marca? Através de muita pesquisa!

Isso mesmo, precisa colocar a mão na massa e pesquisar bastante. A ideia aqui é entender onde você está pisando, onde você deseja inserir essa marca e o que ela precisa fazer para ser reconhecida e gerar resultados. Conheça tudo o que envolve o seu mercado. Saiba quais são as dores dos clientes, eles é que ditam como a banda toca e você precisa saber o ritmo direitinho.

Por que é importante saber essas coisas?

Basicamente porque se você chutar uma moita (ou der um Google), você vai encontrar um monte de gente que faz coisas parecidas com o que a sua empresa oferece. Podem ser até melhores ou mais acessíveis, então o que você pode fazer para ser diferente? O que vai fazer com que as pessoas gostem e tenham mais vínculos com a sua marca e não com a outra?

A sua marca precisa saber se posicionar, de forma legítima e verdadeira.

Acontece que simplesmente não há mais espaço para marcas que não tem um posicionamento bem definido, uma verdade bem estruturada, valores claros. Tudo isso faz parte do pacote “Criar uma empresa” ou “Reposicionar uma marca”. Você precisa conhecer e ter na ponta da língua qual é o território que você está criando.

Não tem espaço pra quem fica em cima do muro.

Como você sabe que chegou ao território ideal para uma marca?

Quando você percebe que há consistência. Seja nas informações, na ideia, no visual. Tudo deve ser consistente, isso significa que você fez um ótimo trabalho.

Quer aprender NA PRÁTICA como faz tudo isso? Desde a criação de uma marca, até o desenvolvimento da sua estratégia?

Conheça o New Brand. O curso de branding que vai te ensinar sobre tudo isso! o/ 

Talvez você possa gostar