Clique Aqui e saiba mais

Há 20 anos atrás, a Adidas deixava a Alemanha, sua terra natal, movendo toda a sua produção para terras asiáticas. Há pouco, Herbert Hainer, chefe executivo da empresa, revelou o protótipo da “Speed Factory”, nova fábrica da Adidas em Asbach, localizada região sudeste da Alemanha.

Com pouco mais de 4,600m², a fabrica continua em construção. Porém, a empresa a abriu para a imprensa. A intenção da Adidas é automatizar a produção de calçados?—?que hoje é grande parte produzida à mão na Ásia?—?para que assim os produtos possam ser mais rapidamente e facilmente distribuídos.

Ainda em 2016 a empresa fará um teste entregando 500 pares de calçados. A produção em larga escala começará em 2017, ano esse que a Adidas também planejava uma segunda “Speed Factory” nos EUA.

A Adidas produz cerca de 301m de pares em 2015 e precisa produzir 30m mais para alcançar suas metas de crescimento em 2020.

Apesar das mudanças, “a inteção da Adidas não é automatizar sua produção por completo”, diz Gerd Manz, head de inovação e tecnologia da empresa alemã. Hainer continua dizendo que “a longo prazo, a Adidas está planejando construir fabricas operadas por robôs na Grã-Bretanha ou na França e, assim, até poderiam produzir as camisetas da seleção alemã em seu próprio país”.

Os calçados custarão o mesmo valor dos calçados produzidos na Ásia, completa Heiner.

A Adidas emprega mais de um milhão de trabalhadores asiaticos e de tempos para cá, vem enfrentando custos de produção cada vez mais altos. Sua concorrente, a Nike também planeja construir fábricas operadas por robôs.

Via: The Guardian


Clique Aqui e saiba mais

Talvez você possa gostar

Leave a Reply