Vemos muitas coisas legais por aí. São pessoas que criam vídeos com conteúdos legais, campanhas incríveis, marcas criando um novo produto ou serviço e assim vai. Dá até vontade de sair fazendo igual, né? Só tem uma coisa: nada se cria de um dia para o outro. Muitas vezes ouço pessoas falando “ah, mas é fácil criar uma coisa, olha aí, tranquilo”. Será mesmo? Você, por acaso, esteve presente nos bastidores da criação? No backstage? Sentiu toda aquela pressão/ansiedade/nervosismo para colocar algo incrível nas ruas? Provavelmente não. (se esteve, conta aqui como foi :P).

A dúvida de como um produto, foto ou até mesmo um evento foi feito é recorrente quando damos de cara com tudo o que vemos na Internet. Como ocorreu todo o planejamento, as escolhas e ideias? Muitas vezes, tudo o que é vemos é apenas o resultado final – a pontinha do iceberg – de algo que demorou muito para chegar até ali e nos perguntamos como foi todo o processo daquilo.

Receita de bolo

Por exemplo: tem uma página de confeitaria no Facebook? Em vez de postar apenas a foto do bolo prontinho, com a cobertura escorrendo e o granulado bonitinho em cima, por quê não publicar vídeos, fotos da escolha dos ingredientes, falar um pouco sobre eles e como foi feito o preparo daquele bolo?

Isso é o backstage.

As pessoas não só gostam de ver o resultado de algo como também quais foram os meios para se chegar até lá. Quer outro exemplo? Um filme. Imagine toda a produção, as locações, os atores ensaiando, errando e gravando novamente. Depois de algum tempo, o filme estreia nos cinemas e você se pergunta como foi para fazer um trabalho tão grande e tão bacana. Basta aquela googlada para se deparar com diversas fotos das gravações, vídeos e toda aquela correria que você mal imaginava que existiu um dia.

É muito fácil adaptar isso à sua marca. Mostre às pessoas o que está por trás do seu negócio. Seja no Instagram, no Facebook ou até no Snapchat – que inclusive é uma ótima ferramenta para isso, pois o faz de forma instantânea, quase que em tempo real.

Talvez você possa gostar

Leave a Reply