O email marketing é uma ótima ferramenta para divulgar os produtos e/ou serviços da sua empresa e manter contato com o seu público. Para utilizá-lo, é preciso se atentar a alguns pontos para evitar que ele traga resultados negativos. Saber o quê você quer enviar, para quem e quando é muito importante para não criar algo vago e que não acrescente na vida das pessoas.  Por isso, nada melhor do que aprender a partir dos erros mais comuns. Vamos lá:

1. Errar o assunto do seu email
Por quê você abre um email? Porque geralmente o assunto ou o nome/email do remetente te chama a atenção. Por isso, um assunto que seja claro, esteja escrito corretamente e que seja de acordo com a forma que a sua marca se comunica é essencial. Evite textos muito grandes: seja objetivo!

2. Enviar email para quem não te deu permissão

A regra é clara: se a pessoa te deu permissão para receber sua newsletter, ou seja, realizou o opt-in, tudo bem. Agora, ninguém gosta de receber emails indesejados, né? Se isso ocorrer, a chance de ela sinalizar seu email como spam é bem grande, além de ir para o lixo eletrônico diretamente. Verifique a procedência dos seus contatos. Comprar mailing é furada!

3. Muitos ou poucos emails

Você não precisa ser 8 ou 80. Ninguém gosta de ter a caixa de entrada lotada de emails. Não é preciso também pecar na falta, né? Quando for disparar o email, tenha certeza de que é relevante e busque o equilíbrio. Vá enviando aos poucos e logo, você saberá a frequência certa para a sua empresa.

4. Visual precário ou too much

Novamente se entra na questão do 8 ou 80. Pense no que mais chama a atenção: um monte de parágrafos corridos ou uma arte bacana, que pode incluir até GIFs que tenham a ver com o conteúdo? É claro, a arte bacana não é regra. Dá criar um e-mail marketing simples e efetivo. O importante é prender a atenção do seu leitor!

5. Emails iguais para todo mundo

Não é legal quando você recebe um email com o seu nome? Quando parece que foi escrito só para você? Então, todos querem se sentir especiais. Utilize as informações que você tem sobre o usuário e tente ao máximo personalizar para adequar o conteúdo na mensagem.

6. Não mensurar os resultados

O trabalho não termina quando você dispara o email. Periodicamente, você deve verificar se a sua campanha de email marketing está atingindo os objetivos que você traçou ao planejar tudo. Se não, está na hora de mudar algo e a análise vai te ajudar muito.

7. Call to action defasado

Ao terminar de ler o seu email, o que a pessoa deverá fazer? Você vai chamar ela pra onde? Visitar uma página, baixar algo, realizar qual ação? Pode ser um “P.S.:”, que diz sobre algo legal, porque aí quem leu todo o seu email ganha algo a mais. Desperte a curiosidade no usuário! Ele já abriu o seu email. E agora?

Continue a praticar. Estude, vá atrás das principais novidades e dicas para se aprofundar no assunto e criar um email marketing ainda mais interessante. 🙂

Talvez você possa gostar

Leave a Reply