As empresas e negócios estão aproveitando o poder das mídias sociais e usando-as para terem resultados incríveis. É hora de colocar suas estratégias em prática com base nas tendências de marketing que direcionarão as mídias sociais em 2018. O domínio do marketing está mudando com a tecnologia a um ritmo muito acelerado, e é por isso que é importante para os profissionais de mídias e comunicação entenderem e analisarem tendências que irão movimentar o mercado digital.

É sempre uma boa idéia melhorar suas estratégias on-line com base em campanhas e experiências passadas, mas se você não procura por tendências que possam vir no futuro, suas ações e resultados poderão ficar para trás!

Para ajudar você listamos algumas tendências que devem receber mais atenção em 2018!


Aumento das histórias e vídeos ao vivo no Instagram

 

Mesmo que o conceito de histórias ao vivo seja mais prevalente com a geração de tecnologia, a maioria dos usuários é mais ativa no Instagram em comparação com outros canais de mídia social. Embora a Snapchat tenha iniciado o conceito de histórias, o Instagram está adiante no jogo graças à natureza de sua plataforma. Com influenciadores, celebridades, empresas e marcas que desejam maximizar seu tráfego e exposição, a maioria dos perfis são abertos ao público e, portanto, são mais propensos a serem seguidos por estranhos.

Com as histórias ao vivo, pessoas, empresas e negócios têm a oportunidade de se envolver com seu público em tempo real. O conceito de histórias funciona com base na curiosidade e na escassez. Os vídeos ao vivo produzem um sentimento de curiosidade para saber o que alguém faz em tempo real; enquanto a ideia de nunca mais ter uma chance de vê-lo depois de 24 horas faz com que seja tentador consumir!

Mais da metade dos 500 milhões de usuários ativos diários do Instagram estão no Stories que já chegou a 300 milhões de usuários ativos, o Instagram possui 800 milhões de usuários ativos por mês e 500 milhões por dia, isto significa que muito mais pessoas poderão gerar e consumir histórias em 2018.


Maior uso de influenciadores para ações de marketing


Influencer marketing tem sido uma grande parte do marketing de mídia social em 2017 e com certeza só vai aumentar em 2018! Ao contrário de 2017 e anos passados, quando marcas e empresas usavam celebridades para endossar seus produtos e serviços, o marketing influenciador parece estar subindo para o topo da lista de opções. O marketing do Influencer tem sido uma das técnicas mais bem sucedidas para as marcas que tentam promover seus produtos e serviços, especialmente porque eles não precisam gastar grande quantidade de valores para obter uma super “estrela” para endossar seus produtos. Claro, eles provavelmente ainda precisam gastar dinheiro ou entregar brindes, mas ainda funciona melhor do que gastar um milhão de dólares para a Kim Kardashian publicar uma foto em seu Instagram. Outro motivo pelo qual o marketing de influenciadores está indo bem é porque ele aparece como uma recomendação mais genuína. Pense nisso! Se vemos uma personalidade famosa promovendo um produto ou serviço, quais são as chances de que eles realmente usam e recomendam? Os influenciadores das mídias sociais não são mais apenas atores ou celebridades; Eles são agora pessoas comuns com uma grande base de seguidores que podem ser pessoas do seu estado, região ou estado, ai entra os micro-influenciadores.

Com as colaborações entre as marcas e os influenciadores aumentando a cada dia, mais e mais pessoas estão entrando em contato com as marcas (e vice-versa) para procurar acordos de troca para promover produtos e serviços de suas marcas favoritas!


Aumento no uso de BOTS e CHATBOTS

Os chatbots são softwares que ajudam a sustentar uma conversa com o consumidor, eles são usados para funções de clientes porque eles podem resolver que as preocupações e as necessidades expressas de clientes.

Eles são ideais para acompanhar o cliente no processo de compra, fornecendo informações relevantes. A maioria dos chatbots está conectada a um “cérebro” de inteligência artificial que aprende com as interações que tem com todas as pessoas. Atrás deste aprendizado estão as plataformas analíticas, a integração com APIs, entre outros. O que alimenta a inteligência artificial e fornece recursos para que você possa dar as respostas certas.

Os bate-papos estão cada vez mais personalizados e em breve substituirão boa parte do atendimento humano. Esses bots são programados para se adaptarem a uma conversa e expressam e provocam emoção, chatbots que vão evoluir com o uso de aprendizagem de máquina. A crescente demanda por fornecer assistência aos clientes em sua facilidade exigiu a substituição de humanos por máquinas que são capazes de responder aos clientes e são preparados para fornecer uma solução para um problema.

O uso de bots/chatbots é uma boa estratégia ser rápida, eficaz e produtiva em conversas com o consumidor. As empresas devem implementar chatbots em seus canais de produtos, serviços, conteúdo e atendimento para obter maior produtividade em termos de atendimento ao cliente.

 


Destaque para conteúdo em vídeo


Com todo o conteúdo escrito e visual disponível na internet atualmente, o conteúdo do vídeo é o que mais movimenta a internet, vídeo ao vivo é uma ótima maneira de se conectar com o seu público. De histórias, ​​vídeos em 360° e lives, marcas e empresas tiveram sucesso em atrair seus usuários através de vídeos. esta forma de conteúdo está sendo adotada por mais e mais usuários à medida que eles percebem como as pessoas gostam e consome mais os vídeos. O fato de um vídeo ser uma imagem em movimento implica muito mais do que uma imagem ou gráficos e é facilmente compreensível torna mais acessível e interessante. No ano 2018 testemunhará um aumento no conteúdo de vídeo gerado pelos usuários. Um grande indicador da mudança para o conteúdo de vídeos pode ser observado nas tendências de histórias e lives ao vivo no Instagram, Facebook e no Snapchat.


Aumento do uso de AI – Inteligência Artificial


A inteligência artificial está assumindo o mundo da tecnologia em um ritmo muito rápido. Dos carros Self-Drive da Google aos carros com bateria da Tesla, a inteligência artificial está preparada para facilitar nossa vida com os avanços tecnológicos. A inteligência artificial será uma grande parte de nossas vidas e 2018 teremos um aumento considerável disto. Em 2018, podemos esperar ver inteligência artificial em áreas como marketing, compras on-line, atendimento ao cliente e muito mais, empresas começarão a incorporar inteligência artificial em seus processos diários, como ajudar clientes a fazer uma compra, ou responder a perguntas como o que, quando, onde e por quê.


Conteúdo que se conecta com pessoas e clientes


O marketing digital, a geração de leads bem-sucedida, o envolvimento dos usuários e as mídias sociais são tudo sobre o conteúdo. Quer seja escrito, visual ou gráfico, o excelente conteúdo é o fator decisivo para marcas ou empresas de sucesso. Ao longo dos anos, muito mudou em tecnologia e como o mundo funciona. Mas o grande conteúdo sempre ganhou quando se trata de consumidores que compram produtos ou serviços ou mesmo se envolvem com uma marca. Por exemplo, a Nike sempre teve sucesso em engajar seus usuários e fazer lucros enormes, mesmo quando as redes sociais não tiveram um grande papel a desempenhar em nossas vidas. Isso ocorre porque uma marca como a Nike sempre ofereceu conteúdo único, original e envolvente que fez um bom trabalho na consecução do objetivo final: fazer uma venda. Embora o objetivo final possa variar de empresa para empresa, a linha inferior continua sendo que o conteúdo é o que torna a comunicação bem-sucedida. As marcas, as empresas ou os indivíduos mais cedo percebem que o marketing excelente requer um conteúdo excelente, e mais cedo eles verão seus esforços sendo compensados com resultados.

O ditado “conteúdo é o rei” é verdadeiro no futuro do marketing e o que você precisa é um conteúdo bem escrito, elaborado com todos os fatos e números mais recentes que agregam valor à sua marca. Uma ótima maneira de analisar e chegar ao tipo de conteúdo que é consumido pela base de usuários é analisar seus conteúdos e suas ações de campanhas anteriores e identificar o tipo de conteúdo que foi mais bem sucedido do que o resto.


Conexão com os consumidores – Publicidade nativa

O marketing tradicional costumava implicar uma série de promoção da marca, mas ao longo do tempo marcas, empresas e indivíduos perceberam que o envolvimento com um usuário ou consumidor vem muito antes de tentar fazer uma venda. Hoje em dia, as marcas estão tentando aumentar o engajamento dos usuários através da narração de histórias, testemunhos reais de clientes, personalização, acesso fácil e tratamento de usuários como um amigo. A atenção do usuário não pode mais ser ocupada por vendas e material promocional. Em vez disso, os usuários são mais propensos a se envolver com a comunicação on-line de uma marca que oferece com sucesso conteúdo exclusivo e exclusivo, algo em que um usuário realmente se interessaria. As empresas e negócios online bem-sucedidas entendem o valor de construir um relacionamento com um usuário para gerar lealdade. Quando um usuário se torna leal, vendas poderão acontecer automaticamente.


O LinkedIn será usado pelas empresas e pessoas

O LinkedIn será a melhor escolha do canal de mídia social para comerciantes B2B. Assim como os comerciantes on-line B2C, os comerciantes B2B são obrigados a usar as mídias sociais para os negócios. Isso será assistido em pleno andamento em 2018 com uma plataforma poderosa como o LinkedIn. Suas características incríveis tornam possível para os profissionais de marketing ampliar seu alcance para as pessoas certas instantaneamente. Com o LinkedIn se tornando um hub popular para conteúdo em tópicos profissionais, empresas e marcas estão indo para maximizar sua exposição através do marketing de conteúdo. Isso ajuda as empresas a estabelecer autoridade e estabelecer tendências.


Aumento do uso e acesso a realidade aumentada com o apoio do VR

É uma tendência que vem ganhando força. Todos os dias, as empresas estão vendo a importância de usar experiências de realidade aumentada para abordar seus consumidores de uma maneira diferente e criativa e assim gerar recall da marca.

Experiências de AR que misturam seus mundos online e offline, com sobreposições virtuais desencadeadas por localização e opções interativas expandidas, como máscaras de vídeo, que incorporam elementos adicionais é uma das tendências bem visadas para o ano de 2018.

Todos sabemos que a realidade aumentada tenha seu impacto inicial nos games em especial mobile, um exemplo forte disto é o Pokémon GO, é provável que as plataformas de redes sociais encontrem maneiras de incorporar a nova tecnologia também, em especial Facebook, Instagram e Snapchat as quais já investem muito em projetos e experimentos com a tecnologia vão expandir novas ferramentas que possibilitam o o uso de localização, onde as marcas poderão desencadear conteúdo de AR patrocinado, que só pode ser acessado nesse local, naquele momento.

O Facebook vem trabalhando em vários projetos usando a tecnologia, um deles é chamado de “Spaces”, projetado para permitir que os amigos se conectem usando o VR. O Facebook possui o “Oculus”, uma empresa de hardware e software de realidade virtual, vem desenvolvendo uma plataforma para usar essa nova tecnologia em estágio muito avançado para dimensionar Spaces em 2018 tornando o uso do VR e realidade aumentada em maior escala.


 

Expansão de IP = Intellectual property

Surgimento de pequenas e médias empresas, parecidas com startups, estas criam e desenvolvem soluções e inovações e comercializam para outras empresas.

Um exemplo de “IPs” é a AwesomenessTV que produz conteúdo exclusivo em parceria com criadores e influencers, ela envolve e engaja milhões de usuários na audiência dos seus “produtos” oferecendo mídia global para multi-plataforma: dispositivos móveis, serviços de streaming, sites e redes de transmissão.

Com a entrada do Facebook Watch a nível global essas “IPs” serão bastante requisitadas, pois serão produtoras de conteúdo em vídeo, seja de qualquer segmento e assunto for.


Maior uso do Bitcoin e moedas virtuais

O crescimento e popularização do Bitcoin foi consideravelmente grande nos últimos anos, e no ano de 2018 vai expandir muito mais, o Bitcoin já é a sexta moeda com maior circulação em todo mundo.

Novas empresas de grande e pequeno porte vão começar a aceitar moedas digitais, confirmando que a tendência é cada vez mais empresas e países aderirem ao Bitcoin ou outras moedas virtuais, muito provavelmente o atual modelo econômico mudará de forma significativa nos próximos anos, principalmente pelos benefícios que a criptomoeda oferece e também pela fácil adaptação ao comércio em geral.

 



Conclusão

Algumas dessas tendências podem não se concretizar e seu sucesso será fortemente influenciado por novas tecnologias, evoluções de plataformas e melhorias. No entanto, é provável que muitas dessas previsões aconteçam em grande porcentagem durante o novo ano.

O marketing provavelmente se tornará mais analítico e mais amplo, entrando em novas plataformas, situações e meios, mas continuará concentrando-se fortemente na busca orgânica, na melhoria das capacidades de AI e nas campanhas baseadas em influenciadores com o uso de vídeos e histórias ao vivo.

Existem projeções sem fim para o novo ano em todos os tipos de setores. Além disso, à medida que avançarmos em 2018, surgirá muitos outras que certamente eram inimagináveis. Entretanto, começar a entender as mudanças que estão por vir e testar e por em prática, pode significar uma vantagem competitiva. Quantos dessas tendências funcionariam para sua empresa, ou para negócios que você atende dos seus clientes?


Quer estar bem PREPARADO(A) para tirar os melhores resultados com as novas tendências no novo ano?
O SHARE preparou 13 CURSOS de férias, confira:
www.tudodeshare.com.br/especiais/cursos-de-ferias

Talvez você possa gostar